IV Edição do Festival de Guitarra de Braga

IV EDICAO DO FESTIVAL DE GUITARRA DEBRAGA

Afine o ouvido – O Sol vai raiar em Braga!

Está à espreita uma época especial para os entusiastas das cordas que irá encher os palcos bracarenses de melodias, prometendo, sem sombra de dúvidas, encantar. Falamos portanto, da 4ª edição do Festival de Guitarra de Braga.

Não é necessário ser-se um profissional da música, nem tão pouco um aficionado dos arpejos e dedilhados para se identificar com o evento, pois este detém uma panóplia de conteúdos capaz de agradar até aos mais distanciados da prática musical, a si, basta-lhe apenas, gostar de música.

A iniciativa, oficialmente, tem início no dia 18 de Fevereiro e estende-se até 5 de Março, e é organizada pelo Conservatório Calouste Gulbenkian em parceria com o Município de Braga. A coordenação e direcção artísticas estão a cargo de Vítor Gandarela.

Apesar do início do evento estar oficializado para 18 de Fevereiro, no dia 17 poderá contar com uma conferência às 21h30 no Conservatório Calouste Gulbenkian, que poderá ser útil aos que fazem desta prática algo mais frequente. E porque fazer música também pode magoar – literalmente -, para grandes males, grandes remédios, a minha sugestão é que marque presença na discussão acerca da “Prevenção de Lesões em Músicos”, uma conferência com um teor mais científico que contará com a presença de Carlos Rio, médico fisiatra que o elucidará no sentido de recolher sugestões úteis nesse sentido.

Uma sinergia de eventos

No que toca a performances, não só poderá contar com um trio fabuloso de guitarra portuguesa, clássica e contrabaixo, os Fatrio – três senhores das cordas que irão interpretar versões instrumentais de temas do espólio nacional – como também com muita música de câmara, com a dupla Mikro Duo e o quinteto 5G5C. Também existirão propostas a solo, com nomes como Tilman Hoppstock e Arturo Tallini, um guitarrista e o outro, especialista em música contemporânea para guitarra. Como se pode ver, é iniciativa para “agradar a gregos e a troianos”.

IV edição do Festival da Guitarra em Braga

Para além disso, todo o festival irá contar com um leque de diversidade imenso, desde workshops mais pedagógicos a conferências. Neste âmbito, é de destacar, aos interessados na prática, a imperdível masterclass que será orientada pelo próprio Tilman Hoppstock.  Se toca música habitualmente, especialmente guitarra, poderá trazer dali lições valiosas de um guitarrista de renome.

A cereja no topo do bolo está no concurso internacional de música de câmara, com guitarra de Braga, que é pioneiro a nível nacional, onde poderá participar qualquer grupo que contenha pelo menos uma guitarra e claro, mediante determinadas regras. As inscrições estarão abertas até dia 20 de Fevereiro e as informações estão disponíveis no website do Conservatório Calouste Gulbenkian.

No geral, é um festival que promete dar continuidade à grande aposta que Braga tem feito na cultura, vertido na aposta na música tradicional, no espólio nacional e naquilo que o nosso património imaterial nos oferece: Neste caso, feito de madeira, com cordas e que, com as suas vibrações, ajuda a acalorar os dias mais frios que nos têm envolvido.

A iniciativa procura ir ao encontro dos fãs desta herança musical e apaixonar os restantes. Eu, com certeza, não irei deixar escapar essa oportunidade.

 

Comentários

Escrito por
Outras publicações de joanaantunes

IV Edição do Festival de Guitarra de Braga

Afine o ouvido – O Sol vai raiar em Braga! Está à...
Ler mais

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *