Arcada

Na grande maioria das cidades portuguesas a zona mais nobre ou central da cidade localiza-se na “baixa”. Não é o caso de Braga. Em Braga, é na Arcada que todas as manhãs, os habitantes mais velhos e experientes, se reúnem para conviver e comentar as notícias da atualidade. Quem quiser sentir o pulsar da cidade deve passar pela Arcada, espaço central do dia-a-dia dos bracarenses.

A Arcada ou “Largo da Arcada”, tem origem na idade média e é um projeto do Arcebispo D. Diogo de Sousa, responsável também pela obra da cabeceira da Sé de Braga.

Durante o séc. XVI, neste largo eram comercializados os bens que abasteciam a cidade e, por essa razão, a arcada propriamente dita, servia de alpendre para acolher animais e mercadorias.

A Arcada de hoje não é a original, contudo foi construída no mesmo local e em substituição da anterior. Data de 1715 e foi erguida por iniciativa do Arcebispo D. Rodrigo de Moura Teles. É constituída por oito arcos em cada uma das laterais e três na parte central, num total de 19 arcos.

Ao longo dos anos, a praça onde se instala a Arcada viu o seu nome variar inúmeras vezes. Chamou-se Largo da Lapa de 1761 até 1904 (desconhece-se o nome anterior), Largo Hintze Ribeiro de 1904 até 1910, e daí em diante Praça da República. E apesar de ser o nome que mantém até hoje, o local é incontornavelmente mais conhecido como Arcada.

Com efeito, muitos anos volvidos e é como se a Arcada não tivesse perdido o seu propósito original pois continua a ser um ponto de encontro e convívio. Neste espaço podemos encontrar dois cafés emblemáticos da cidade.

O café Vianna nasceu em 1871 e são conhecidas as referências que escritores como Eça de Queirós e Camilo Castelo Branco fizeram ao local. O café Astória, ao lado do café Vianna, é de 1928 e no jornal Diário do Minho de 15 de Julho desse ano, foi apresentado como “um estabelecimento chic, recomendado aos mais exigentes, aos que procuram, no conforto, uma justificação ao gasto do seu dinheiro”.

Entre 1994 e 1995, deu-se a última intervenção na praça, com a remoção definitiva da circulação automóvel. Esse passo, tornou a Arcada num lugar ainda mais interessante e convidativo, afirmando-o como um dos locais a visitar em Braga.

we-braga-arcada-07 we-braga-arcada-010 we-braga-arcada-012we-braga-arcada-021we-braga-arcada-026we-braga-arcada-043 we-braga-arcada-047

 

 

Comentários

Outras publicações de We Braga

Estádio Municipal de Braga

O Estádio Municipal de Braga é, ao nível desportivo, provavelmente a obra...
Ler mais

2 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *