A carregar Eventos

« Todos os Eventos

CINEMA: O Homem da Câmara de Filmar

Agosto 4 - 21:30

O Cinema no Pátio continua a explorar linhas temáticas que atravessam diversas correntes e tempos da História do Cinema, apresentando a singularidade da linguagem cinematográfica no contexto das artes. A edição deste ano parte de uma pergunta com incontáveis respostas: o que faz de um clássico um clássico? Da matéria à forma, da técnica ao espírito, vários são os atributos com os quais o tempo e o modo — aos quais se junta o velho princípio cinéfilo ‘ver, rever, ver outra vez’ — ajudam um filme a definir-se como tal, a inscrever-se no nosso imaginário e no imaginário do próprio cinema. Quatro possibilidades se apresentam então: a vertigem das imagens e da montagem numa incontornável sinfonia de cidade com O Homem da Câmara de Filmar (Dziga Vertov, 1929); a força cinematográfica da sonoplastia de O Carteirista (Robert Bresson, 1959), a adaptação como reinvenção (Macbeth por Kurosawa) em O Trono de Sangue (1957) e a representação do incomunicável em A Noite (Michelangelo Antonioni, 1961).  por Eduardo Brito

O homem da Câmara de Filmar
Dziga Vertov · União Soviética · 1929 · Documentário · 68’ · m/12

 

O Homem da Câmara de Filmar é provavelmente o filme que maior influência teve em toda a História do Cinema Documental. Contemporâneo de Eisenstein, Pudovkin e outros grandes mestres do cinema soviético, Dziga Vertov acreditava nas propriedades do olho da câmara como elementos de revelação do real. Com uma montagem bastante ritmada, este documentário mostra-nos o povo de Moscovo no seu quotidiano e a maquinaria que mantém a cidade em movimento.

Classificação etária m/12

Local

gnration
Praça Conde de Agrolongo, 123
Braga, 4700-312 Portugal
+ Mapa do Google
Telefone:
+351253142200
View Local Website