A carregar Eventos

« Todos os Eventos

EXPOSIÇÃO: “Soçobro”, por Rui Algarvio

Julho 2 - 10:00 / Setembro 10 - 18:00

Rui Algarvio
Soçobro

Soçobro

Num primeiro momento, ao olharmos a pintura de Turner “The Fighting Temeraire”, facilmente caímos na armadilha criada pelo pintor. Numa visualização despreocupada e rápida, somos levados a pensar que se trata de um pôr-do-sol. Mas não, trata-se de um nascer-do-sol.
O desenho foi ao longo de muitos séculos uma prática preparatória. Disciplina alicerçante da pintura e escultura. Ao inverter esta relação resta-me apenas esperar que a pintura não soçobre perante esta provocação.
Rui Algarvio (Junho 2022)

Biografia
Rui Algarvio (Barreiro, 1973). Em 1998, licenciou-se na Faculdade de Belas Artes de Lisboa. Em 2000, iniciou estudos de Mestrado, com bolsa do Instituto Camões e da Secretaria de Negócios Exteriores do México, na Universidade Autónoma do México (UNAM), Cidade do México. Em 2003, concluiu o curso de mestrado e foi distinguido com a medalha de Mérito Académico Alfonso Caso, pela UNAM.
Desde 2000, expõe individual e colectivamente em Portugal, Espanha, França, Aústria, Costa Rica e México. Entre as exposições individuais, destacam-se: Assomada, Quartel da Arte Contemporânea de Abrantes – Colecção Figueiredo Ribeiro, com curadoria de Andreia César (Abrantes, 2019); Over the branches of the hedge, Quase Galeria – Espaço T e Museu Nacional Soares dos Reis, com curadoria Maria de Fátima Lambert (Porto, 2019); Tão grande como uma paisagem ao longe, Museu Municipal de Ferreira do Alentejo, Espaço Adães Bermudes, com curadoria Mariana Marin Gaspar (Alvito, 2016); Grass between your toes feels nice, Módulo – Centro Difusor de Arte (Lisboa, 2016); Rui Algarvio – Paisajes, MAG Mustang Art Gallery, curadoria Julio César Abad Vidal (Elche, 2013); Battlefield, Kubikgallery (Porto, 2013); A auto-estrada para a ilha, Sala do Veado, Museu Nacional de História Natural (Lisboa, 2012); Encontro com Nuno Gonçalves, Sala do Conclave, Palais Rihour (Lille, 2007). Entre as exposições colectivas, destacam-se: Entre as palavras e os silêncios, Obras da Coleção Norlinda e José Lima, Centro Cultural de Cascais, com curadoria Luísa Soares de Oliveira, (Cascais, 2021); A paisagem que me representa, Museu de Lanifícios, Real Fábrica Veiga, Galeria das Fornalhas, Montanha Mágica* Arte e Paisagem, UBI, (Covilhã, 2021); Island in the sun, Centro Cultural de S. Lourenço (Galeria Mário Sequeira), com curadoria André Butzer, Fabian Schubert, Marcel Huppauff e Duarte Sequeira (Almancil, 2018); Periplos / Arte Português de hoy, Centro de Arte Contemporáneo de Málaga, com curadoria Fernando Francés (Málaga, 2016); Everywhere is the same sky, Uma perspectiva de paisagem na colecção Norlinda e José Lima, Centro de Cultura Contemporânea de Castelo Branco, com curadoria Raquel Guerra (Castelo Branco, 2015); IV Bienal de Arte Contemporáneo Fundación ONCE, Centro Cultural Conde Duque com curadoria Julio César Abad Vidal (Madrid, 2012); HangART-7, Pavilhão de Portugal, Hangar-7, com curadoria Lioba Reddeker (Salzburg, 2009); Prémio Celpa/Vieira da Silva Artes Plásticas, Fundação Arpad Szenes-Vieira da Silva (Lisboa, 2003).
Está representado em várias instituições e colecções privadas (selecção): Fundação Carmona e Costa, Centro de Arte Contemporánea de Málaga, Fundación Pascual Ros Aguilar, Fundación Centenera, Colecção Dietrich Mateschitz – Red Bull, Luciano Benetton Collection, Colecção MG, Colecção Fernando Figueiredo Ribeiro, Colecção Norlinda e José Lima (Oliva Creative Factory).


De 02 de julho a 10 de setembro de 2022
Museu Nogueira da Silva (Av. Central 61, Braga)

Entrada gratuita

 

Detalhes

Início:
Julho 2 - 10:00
Fim:
Setembro 10 - 18:00
Site:
http://www.mns.uminho.pt/files/midle_expo_RuiAlgarvio.html

Local

Museu Nogueira da Silva
Avenida Central, 61
Braga, Braga 4710-228 Portugal
+ Mapa do Google
Telefone:
253601275
View Local Website