A carregar Eventos

« Todos os Eventos

  • Este evento já decorreu.

MÚSICA: 8 anos de Gnration – Invasor Abstracto #3 – Medusa Unit

Maio 8 - 8:00 / 17:00

No programa presencial da celebração dos 8 anos de gnration, para além do guitarrista Tó Trips apresentar Surdina, filme-concerto em colaboração com o cineasta Rodrigo Areias, também o palco da blackbox receberá Medusa Unit, coletivo que junta nomes cimeiros da música exploratório nacional, apresentará um concerto que é parte integrante do projeto expositivo Invasor Abstracto. No mesmo dia, o mesmo coletivo ativará um conjunto de peças que compõem a exposição com o mesmo nome.

Performance
Ativação das peças presentes na exposição
15:00 · galeria gnration + pátio interior

Invasor Abstracto é um projeto dedicado à circulação de diferentes constelações de membros do coletivo OSSO. A música, o desenho, a fotografia, o som, a escultura e o vídeo operam, através da sua singularidade e das suas hibridações, diálogos entre propostas de cada membro do coletivo, a aldeia de São Gregório e a cidade de Braga. É neste contexto que apresenta em Braga, a convite do gnration, uma exposição coletiva patente na galeria gnration e noutros locais do gnration, onde um conjunto de instalações serão ativadas por diferentes momentos performativos. Estas performances acontecem em períodos curtos, seguindo um percurso imersivo e deambulatório entre os diferentes espaços expositivos.

Matilde Meireles gravações de campo e eletrónica em live streaming
Nuno Morão percussão
Nuno Torres rádios e eletrónica
Pedro Tropa objetos amplificados e eletrónica
Ricardo Jacinto objetos amplificados e eletrónica

Concerto
Medusa Unit – Umbra, penumbra e antumbra de Ricardo Jacinto
concerto-instalação para instrumentos acústicos, eletrónica e objetos ressonantes
18:00 · blackbox

MEDUSA é um solo de Ricardo Jacinto pensado para violoncelo, eletrónica e objetos ressonantes. Utiliza um sistema de amplificação com microfones distribuídos por diferentes pontos do violoncelo e um sistema de difusão com vários altifalantes de contacto acoplados a objetos ressonantes. Este dispositivo permite explorar a fragmentação e dispersão sónica dos gestos no corpo do instrumento, articulando a auscultação microscópica assim produzida com a paisagem sonora e a acústica do espaço circundante. Neste concerto, é apresentada MEDUSA Unit, uma nova versão, em formato ensemble, que expande as ideias iniciais do projeto. Entre o concerto e a instalação, esta nova formação traz um grupo de músicos chamados a interpretar peças que se dedicam a desenvolver estratégias de interação com o espaço de apresentação.

Angélica Salvi harpa
Álvaro Rosso contrabaixo
João Almeida trompete
Nuno Morão percussão, teclados
Ricardo Jacinto violoncelo, direção
Violeta Azevedo flauta
Yaw Tembe trompete