Na Senda do Castelo de Penafiel de Bastuço

ITINERIS-trilhos-na senda do castelo de penafiel de bastuço-webraga

Entre os séculos XI e XIV existiram vinte e dois castelos entre os rios Minho e Douro; Penafiel de Bastuço era um deles. Este castelo era, à época, o centro administrativo de um vasto território e dele restam ainda alguns vestígios.

Visitar o local do outrora importante castelo é um excelente motivo para vivenciar uma envolvente onde a paisagem tipicamente minhota faz-se notar com especial encanto, e onde constam cerca de 20 espécies regionais minhotas de macieiras em fase de plantação. Ao partir do centro de Passos (São Julião), este percurso, que tem um nível médio de dificuldade, pode ser percorrido numa manhã completa ou numa tarde.

Convida a uma passagem no lugar da Torre, um conjunto edificado em granito de arquitetura tradicional, ascendendo depois ao Penedo do Castelo, e regressando por trilhos agrícolas e florestais que atravessam o vale do rio Labriosque e percorrem a vertente leste do Monte Eiro, contactando com um infindável número de tons verdes que ficarão na retina muito para além do passeio.

ITINERIS-trilhos-penafiel de bastuço-webraga

ITINERIS-trilhos-penafil de bastuço-webraga

Pontos de Interesse

1- Junta de Freguesia de Passos (São Julião) (41.528974; -8.497537)
2- Zona florestal da Redonda
3- Casarão do lugar da Senra
4- Carvalhais
5- Vale do Labriosque
6- Penedo do Castelo de Bastuço
7- Conjunto rural da Torre
8- Igreja Paroquial de São Julião de Passos

 

DADOS TÉCNICOS

Distância – 10,2km
Tempo – 3h40m
Dificuldade – 3/5 Médio
Desnível positivo – 486m

GPSwww.tiny.cc/penbastuco

 


Conteúdo gentilmente cedido por Câmara Municipal de Braga e Bonus ITINERIS

Para uma experiência otimizada, aceda ao Guia GPS dos percursos e às interpretações em tempo real, através da app mobile “Percursos de Braga”. Disponível para download aqui, na App Store ou aqui, na Google Play Store.

 

 

Comentários

Outras publicações de We Braga

Sé de Braga

Ainda Portugal não era país e já havia uma Sé de Braga. A...
Ler mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.